Problemas de startups

Problemas de startups

Photo: Gisela Giardino (CC)

O que torna difícil criar uma start up de sucesso? Na minha opinião, habilidades ou, no caso, a falta delas.

Já que sou um desenvolvedor de software, criei uma empresa de software e eventualmente um produto. Mas, ser um cara de software é suficiente para que operar uma empresa de software? Bem, não exatamente.

Acredito que o sucesso ou a falha de uma empresa tenha pouca ou nenhuma relação com o que os fundadores sabem fazer bem. O que realmente importa é justamente o que eles ainda não dominam. É tudo o que está fora da zona de conforto.

Como um desenvolvedor de software, consigo realizar inúmeras atividades técnicas suficientemente bem para ter um produto rodando há anos, com pouca ou nenhuma necessidade de manutenção técnica. Isso é fantástico. Mas, está longe de ser suficiente.

Há inúmeras áreas extrememante importantes que não domino bem. Elas representam uma espécie de zona de desconforto para mim. Em função disso, tenho a tendência natural de dedicar meu tempo a tarefas que são de natureza mais técnica, já que essas fazem parte da minha zona de conforto.

Por exemplo, marketing é uma das partes mais críticas do negócio. Mas, está longe da minha zona de conforto. Isso me dá um número infinito de desculpas para realizar tarefas técnicas mais “prioritárias”. Isso está totalmente errado e só recentemente consegui realmente compreender isso.

Agora, se percebo que estou fazendo alguma coisa confortável, sei que provavelmente estou dedicando meu tempo à atividade errada. Tem tanta coisa que preciso aprender e treinar em outros aspectos do negócio, que praticamente não há tempo a perder com o que faz parte da minha zona de conforto.

É preciso uma tremenda força de vontade para se lançar para fora da zona de conforto através de ações diárias. Exatamente porque essas ações necessariamente serão tão desconfortáveis até que todos os aspectos importantes do negócio sejam plenamente compreendidos e tratados.

Esse ano, por exemplo, decidi que deveria passar boa parte do meu tempo comunicando e fazendo marketing. É algo que venho negligenciando há tempos. Chegou a hora de resolver isso.

Comunicar é difícil. Mas, se eu não conseguir transmitir minhas ideias, ninguém vai saber do meu produto, não importa o quanto eu o considere incrível.

E você? Qual a sua zona de desconforto?

Comments